Home\Notícias\Prefeituras terão o prazo de 30 dias corridos, contados a partir da publicação da Portaria nº 125/2016, para apresentar impugnações

Prefeituras terão o prazo de 30 dias corridos, contados a partir da publicação da Portaria nº 125/2016, para apresentar impugnações

Quinta-feira, 07 de Julho de 2016 - 10:50:22

A Secretaria de Estado de Fazenda de Mato Grosso (Sefaz-MT) divulgou os índices percentuais preliminares de participação dos municípios mato-grossenses na arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) que entrarão em vigor em 2017. Os números do IPM constam na Portaria nº 125/2016, publicada no Diário Oficial que circulou na última sexta-feira (01.07). Do total arrecadado referente ao ICMS, 75% ficam com o Estado e 25% são destinados aos municípios.

O IPM é a soma de seis coeficientes que totalizam 100% dos 25% que devem ser repassados às prefeituras. A Constituição Federal prevê que, no mínimo, 75% dessa cota devem ser atribuídos ao Índice do Valor Adicionado (IVA) – que mede a atividade econômica dos municípios –, de forma que os outros 25% ficam a critério dos estados definirem a destinação.

Para garantir que municípios pequenos, com baixas taxas do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) e com pouca produção, seja na indústria, comércio, serviços ou atividade rural, possam receber o IPM de forma justa, a distribuição dessa cota prevê, conforme a Lei Complementar Estadual nº 157/2004, 11% de Coeficiente Social, de maneira que quanto menor o IDH do município, maior o valor repassado; 5% de Unidade de Conservação/Terra Indígena (UCTI), que também é uma forma do Estado contemplar municípios que possuem grandes áreas onde não é possível produzir; 4% de Tributação Própria; 4% de População; e 1% de Área Territorial.

O IPM preliminar e o definitivo são publicados por meio de portarias, sendo que o primeiro até 30 de junho de cada ano e, o segundo, 60 dias após, para aplicação no ano seguinte. As prefeituras terão o prazo de 30 dias corridos, contados a partir da publicação da Portaria nº 125/2016, para apresentação de impugnações.

Participação

De acordo com a Gerência de Índice de Participação de Municípios (GIPM) da Sefaz-MT, os municípios podem melhorar sua participação para que o índice final melhore ou se evite quedas acentuadas. A recomendação é trabalhar individualmente o índice de cada componente para melhorar o resultado final. 

 

Fonte: http://www.mt.gov.br/-/4466922-sefaz-divulga-indice-preliminar-dos-municipios-de-mato-grosso


Autor: Camila Cecílio | Sefaz-MT
Visualizações: 112
Palavras chavesnotícias.
Veja Também
Esta página teve 13233 visitas desde 13/03/2017 - 17:00:02 hs.
Subir Página